Análise de Custos e Formação do Preço de Venda

Acabei de fazer o curso Análise de Custos da Pro Educacional e decidi, neste artigo, compartilhar tudo o que eu aprendi sobre o tema.

O primeiro ponto a tomar conhecimento são os conceitos de custos na contabilidade.

Resultado de imagem para custos fixos

Irei apresentar alguns deles:

 

  • Custos Fixos: são aqueles que se mantêm fixos, independente da quantidade produzida.Exemplo: aluguel da fábrica; mesmo que a quantidade produzida varie, o valor do aluguel continua o mesmo.
  • Custos Variáveis: ao contrário dos custos fixos, os custos variáveis são os que variam conforme a unidade produzida. Exemplos: matéria-prima, mão de obra, embalagem; o gasto é proporcional à quantidade produzida.
  • Custos: são o gasto relacionado ao bem ou serviço utilizado na produção. No processo produtivo, todos os gastos são classificados como custo, já que estão relacionados à produção do bem ou serviço. Importante observar a classificação dentro de custos diretos ou indiretos.
  • Despesa: é o gasto que a empresa possui para manter sua estrutura, com o objetivo de obter receitas. É classificado como despesa os gastos que não estejam relacionados diretamente ao produto ou serviço, mas que são necessários para manter as atividades.

Esses conceitos são muito importantes, pois ajudam a calcular e analisar o Ponto de Equilíbrio Contábil, ou seja: seus custos + despesas fixas.

Você já deve ter ouvido falar nesse Ponto de Equilíbrio, mas provavelmente não conhece os diferentes tipos de ponto de equilíbrio.

 

O Ponto de Equilíbrio Econômico, por exemplo, considera o custo de oportunidade do capital. Isso é muito importante, pois não basta apenas pagar os custos, é necessário considerar que seu capital estava “parado” no tempo, portanto você “deixou de ganhar” se estivesse rendendo juros no banco, por exemplo.

 

Fatores importantes para definir o preço de venda:

Imagem relacionada

  • Concorrência: A concorrência pode influenciar no preço de venda, e na competitividade do mercado.
  • Demanda: A procura do produto pelo cliente influencia no seu preço de venda, de modo que esse pode aumentar quando a procura for maior, e diminuir quando a demanda for menor. Exemplo: liquidação de peças fora de linha.
  • Produtos substitutos: Preços altos podem incentivar o surgimento de concorrência, que pode inserir no mercado produtos substitutos com preços menores.

 

Em resumo, esse foi apenas um levantamento geral do curso. Outros temas também foram abordados, são eles: markup, métodos de custeio, ponto de equilíbrio financeiro, decisão estratégica baseada em custos, entre outros.

 

 

Ainda não há comentários! Você será o primeiro a comentar.

Deixe suas dúvidas e comentários. Responderemos o mais breve possível.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esqueceu a senha?
Perdeu sua senha? Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Iremos enviar um link de recuperação para o seu e-mail.
We do not share your personal details with anyone.