Pular para o conteúdo
Área do Aluno proedu Carrinho

A Importância das Certificações Financeiras – Para que elas servem?

A Importância das Certificações Financeiras  Para Que Elas Servem? Pro Educacional

A Importância das Certificações Financeiras – Para que elas servem?

Talvez você já tenha ouvido falar, porém não sabe ao certo qual a importância das Certificações Financeiras.

As certificações financeiras funcionam como um selo, algo que mostrará que você está qualificado para atuar no mercado financeiro.

Ter uma das certificações permite que você atue em determinados cargos e funções (onde são obrigatórias) porque validam o seu nível de conhecimento.

Existem diversas certificações financeiras e cada uma tem uma importância particular.

Qual a importância Das Certificações Financeiras?

Antes de falarmos um pouco sobre as certificações existentes, iremos abordar sua importância em um contexto geral.

Primeiramente, as certificações são obrigatórias para determinadas atividades profissionais, assim como o advogado precisa da OAB para atuar, por exemplo, os cargos financeiros também exigem certificação.

Todas as certificações representam um selo de qualificação profissional.

Elas só serão obtidas através da realização de uma determinada prova, que tem por objetivo avaliar o seu nível de conhecimento e definir se você se encontra apto ou não para realização de suas atividades.

Desse modo, para trabalhar no do mercado financeiro, é preciso ter tais certificações, uma vez que elas agregam mais credibilidade e confiança em seu trabalho, como também lhe possibilitam atingir cargos elevados com boas remunerações.

Certificações financeiras demonstram que você é um profissional que vai além em sua carreira, destacando-se entre os demais.

Indo Além Do Diploma

Muitas pessoas desejam entrar no mercado financeiro apenas com seu diploma de graduação.

Entretanto, isso não irá demonstrar qual o seu diferencial no mercado.

Essa é a importância das Certificações Financeiras.

O mercado está, a cada dia mais, exigindo que seus profissionais se tornem especializados, e isso se dá através das certificações que são obtidas apenas quando uma entidade comprova os conhecimentos do profissional.

Elas garantem que o profissional se encontra preparado para atuar em determinado cargo.

Principais Certificações Do Mercado

Abaixo, você irá conferir uma lista que irá explicar qual a importância das Certificações Financeiras, individualmente, através da descrição das principais que existem dentro desse mercado.

  1. CPAs

Aqui iremos abordar duas certificações de mesmo nome, diferenciando-se apenas por sua série.

Ambas, estão relacionadas aos profissionais que atuam dentro de instituições financeiras ou em bancos.

Que são, portanto, responsáveis pela distribuição de produtos de investimentos, podendo ainda atuar no atendimento e assessoria de possíveis clientes ou aqueles já efetivados.

Sua função é a prospecção e/ou venda de investimentos aos seus clientes, sejam estes pessoas físicas ou jurídicas.

Desse modo, a sua diferença encontra-se no maior aprofundamento técnico dos conhecimentos.

Logo, a CPA-20 é destinada a profissionais que irão trabalhar no segmento alta renda dos bancos, enquanto que a CPA-10 destina-se aos profissionais que irão atuar no segmento de varejo dos bancos.

Ambas são autorreguladas pela ANBIMA, requerendo um mínimo de 70% de acerto na realização das provas.

Logo, essa certificação é importante para atuação bancária, sendo muito popular, o que a caracteriza como uma certificação um pouco mais fácil de ser obtida.

  • CPA-10: aqui você irá obter cargos de atuação mais simples.
  • CPA-20: sua prova possui um grau maior de dificuldade, atribuindo a você um maior diferencial.
  1. CEA

Considerada uma evolução das duas CPAs, a Certificação CEA é conhecida também por Certificação de Especialista em Investimentos ANBIMA.

Trata-se de uma certificação que possui um maior aprofundamento dos conhecimentos desejados em um profissional, que, por sua vez, irá realizar a função de assessoramento dos gerentes de contas em instituições financeiras.

Este será responsável pelos investidores pessoas físicas, planejando as suas aplicações e carteiras, ou seja, realizando a indicação de produtos de investimentos que se encontram disponíveis na instituição em que atuam. uma vez que entende os produtos disponibilizados pelo mercado financeiro e reconhece o perfil de seus clientes, podendo recomendar a melhor opção.

Ela é fundamental caso queira atuar como gerente de banco ou consultor de investimentos.

  1. CNPI

Certificação CNPI, sigla para Certificado Nacional do Profissional de Investimentos, sendo autorregulada pela APIMEC.

A CNPI tem por objetivo verificar os profissionais, levando em consideração a escolaridade, nível de conhecimento e experiência profissional, uma vez que, para trabalhar com a criação de relatórios de análise e fazer a recomendação de investimentos, a certificação é exigida pela CVM, caracterizando esses profissionais como Analistas de Valores Mobiliários.

Estes utilizam a metodologia fundamentalista e/ou técnica para realizar a análise de ações do mercado, julgando seu potencial.

4. Outras Certificações Financeiras

CGA

CFP

Ancord

CFA

Resumindo

Neste artigo, foi possível identificar a importância das Certificações Financeiras e verificar que para cada uma delas,

existe uma importância específica, que varia com o tipo de função a ser exercida e o conhecimento do profissional. Em um contexto geral, todas elas funcionam

como um selo de qualificação profissional, ou seja, um atestado de seus conhecimentos profissionais, que irão lhe atribuir credibilidade e confiança.

Tratam-se de uma garantia de seu diferencial dentro do mercado, aumentando suas oportunidades de uma carreira de sucesso.

Voltar para o blog
X Materiais gratuitos do mercado financeiro: cursos, apostilas, vídeos e muito mais    Acessar Agora