Certificação CEA – O que é e para que serve?

Se você deseja ou já atua no mercado financeiro, já deve ter ouvido falar sobre a Certificação CEA.

Autorregulada pela ANBIMA, entidade representante das instituições financeiras e bancárias que visa atestar e comprovar os conhecimentos dos profissionais dessa área, ela funciona como uma espécie de selo de qualificação do profissional.

Possuir essa certificação atribui credibilidade e confiança ao profissional na atuação de cargos de assessoria de contas, realizando também a indicação de produtos de investimentos.

Portanto, se você deseja saber exatamente o que é e para que serve esta certificação, continue lendo este artigo, pois iremos tirar todas as suas dúvidas.

 

O que é Certificação CEA?

Como dito anteriormente, a CEA é uma certificação dada pela ANBIMA.

Esta denominação é uma sigla para Certificação de Especialista em Investimentos ANBIMA, a qual é considerada uma espécie de evolução das CPA-10 e CPA-20, já que é possível realizar as funções e cargos das de origem.

Desse modo, podemos dizer que a CEA possui conhecimentos mais abrangentes, indo além do aprendido em suas antecessoras. Isso permitirá que o profissional certificado realize funções de assessoria a gerenciamento de contas de investidores.

Portanto, tornarão-se capazes, através de sua qualificação, para indicar produtos de investimentos para a carteira de seus clientes.

Além de possuírem entendimento dos produtos disponibilizados pelo mercado financeiro, são capazes de analisar o perfil de seus clientes, sabendo qual a melhor indicação a ser dada dentro das disponíveis oferecidas pela instituição financeira ou bancária na qual ele atua.

Portanto, é possível atuar tanto em bancos de varejo como em bancos de alta renda, dependendo do que o profissional irá visar em sua carreira.

É perceptível que aqui haverá um maior leque de atuação, devido a um maior aprofundamento e especialização acerca do mercado e seus investimentos.

 

Para o que serve?

A Certificação CEA se faz obrigatória para todos que desejam se tornar um Especialista em Investimentos.

A partir dela, os profissionais poderão trabalhar com consultoria de investimentos e aplicações para carteiras de seus clientes.

Trata-se de um selo de qualificação que atribuirá redibilidade e confiança, permitindo que estes possam elevar seus cargos, passando a exercer funções além das abrangidas pelas CPAs. Alguns exemplos são:

  • Caixa de banco;
  • Atendente Comercial;
  • Agente Comercial;
  • Assistente de Gerência;
  • Gerente de Contas.

Portanto, o profissional poderá subir de nível em sua carreira, devido a um maior aperfeiçoamento acerca do mercado.

Sendo assim, essa qualificação pode ser definida como uma certificação para quem deseja maiores responsabilidades, atuando juntamente à gerência ao realizar assessoria.

O recomendado é que você já possua a CPA-20 e experiência de mercado antes,  possibilitando que você se torne um excelente especialista de investimentos, já que nesta certificação seus conteúdos serão mais específicos.

A aprovação do candidato só ocorrerá caso este obtenha um mínimo de 70% de acertos na realização da prova ANBIMA, ou seja, 49 de 70 questões.

A prova tem as seguintes características:

  • Computadorizada;
  • 70 questões com 3h30 de duração;
  • Data e horário escolhidos pelos candidatos.

 

Atuação da Certificação CEA

Hoje em dia, o mercado encontra-se com uma baixa de profissionais com esta certificação.

Por isso, vemos uma alta demanda por estes, e são altas as chances de destaque no mercado financeiro para aqueles que a obtiverem.

Além disso, ao possuir tal certificação, você estará autorizado pela CVM a atuar como Consultor de Valores Mobiliários, isto é, uma pessoa física ou jurídica que trabalha na prestação         de serviços de orientação, aconselhamento e recomendação de investimentos. Trata-se de um atendimento personalizado e independente, de acordo com cada cliente.

Além disso, é possível atuar em suas funções clássicas, sendo estas:

  • Consultoria de investimentos;
  • Planejamento financeiro – de maneira autônoma ou não.

Como também nas funções inerentes às certificações CPA-10 e CPA-20, pois estas são suas antecessoras e possuem conhecimentos que você também possui.

Atualização da Certificação CEA

Nesse caso, não será necessário apenas realizar uma prova a cada período de cinco anos, isso porque a própria ANBIMA irá lhe oferecer um curso de 60 horas para você se atualizar acerca do mercado, em um prazo de 60 dias,

Trata-se de uma regulamentação dada pelo Banco Central, que visa a educação continuada de profissionais do mercado.

 

Conclusão

Em resumo, a Certificação CEA irá tornar o profissional do mercado de finanças em um Especialista em Investimentos.

Esse poderá atuar tanto nas funções abrangentes pelas CPAs 10 e 20, consideradas certificações antecessoras, que possuem um menor aprofundamento técnico, como na assessoria e indicação de produtos aos seus clientes.

Os cargos são:

  • Consultor de Valores Mobiliários;
  • Consultoria de investimentos;
  • Planejamento financeiro.

A atuação é juntamente aos clientes, de forma personalizada, atendendo cada perfil de investidor.

Ainda tem alguma dúvida sobre este assunto? Deixe seu comentário para que possamos esclarecê-la!

Ainda não há comentários! Você será o primeiro a comentar.

Deixe suas dúvidas e comentários. Responderemos o mais breve possível.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esqueceu a senha?
Perdeu sua senha? Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Iremos enviar um link de recuperação para o seu e-mail.
We do not share your personal details with anyone.