Corretoras e Distribuidoras

As Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários (CTVM) e as Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários (DTVM) atuam nos mercados financeiros e de capitais, e no mercado cambial intermediando a negociação de títulos e valores mobiliários entre investidores e tomadores de recursos.

As corretoras e as distribuidoras devem ser constituídas sob a forma de sociedade anônima ou por quotas de responsabilidade limitada.

Têm a função de dar maior liquidez e segurança ao mercado acionário.

 

As Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários (CTVM) oferecem os serviços:

  • Plataformas de investimento pela internet (homebroker);
  • Consultoria financeira;
  • Clubes de investimentos;
  • Financiamento para compra de ações (conta margem);
  • Administração e custódia de títulos e valores mobiliários dos clientes;
  • Intermediação de operações de Câmbio;
  • Administração de fundos e clubes de Investimento;
  • Uma corretora pode atuar também por conta própria; e
  • Na remuneração pelos serviços, essas instituições podem cobrar comissões e taxas.

 

A supervisão das corretoras de valores compete ao BACEN e o exercício de sua atividade depende de autorização da CVM. Estão sujeitas à fiscalização da Bolsa de Valores, BACEN e CVM. Os fundos de investimentos administrados por corretoras ou outros intermediários financeiros são constituídos sob forma de condomínio e representam a reunião de recursos para a aplicação em carteira diversificada de títulos e valores mobiliários, com o objetivo de propiciar aos condôminos valorização de quotas, a um custo global mais baixo. A normatização, concessão de autorização, registro e a supervisão dos fundos de investimento são de competência da CVM.

Sociedades Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários

Outro ente que se enquadra como operador no sistema são as Sociedades Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários (DTVM). Elas são constituídas sob a forma de S.A. ou por quotas de responsabilidade limitada, devendo constar na sua denominação social a expressão “Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários”, elas são supervisionadas pelo Banco Central do Brasil. Algumas de suas atividades:

  • intermedeiam a oferta pública e distribuição de títulos e valores mobiliários no mercado;
  • administram e custodiam as carteiras de títulos e valores mobiliários;
  • instituem, organizam e administram fundos e clubes de investimento;
  • operam no mercado acionário, comprando, vendendo e distribuindo títulos e valores mobiliários, inclusive ouro financeiro, por conta de terceiros;
  • fazem a intermediação com as bolsas de valores e de mercadorias;
  • efetuam lançamentos públicos de ações; e
  • operam no mercado aberto e intermedeiam operações de câmbio.

 

VOCÊ SABIA?

Não existe mais diferença na área de atuação entre as CTVM e as DTVM.

Os limites operacionais estabelecidos pelas corretoras e regulamentados pela CVM, reduzem os riscos de falta de solvência e de liquidez.

O banco múltiplo deve ser constituído com, no mínimo, duas carteiras, sendo uma delas, obrigatoriamente, comercial ou de investimento, e ser organizado sob a forma de sociedade anônima.


Doutor em Economia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Pelotas. É economista, especializado em Finanças pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atuou como Analista e Controller. Pesquisa efeitos spillover e herd behavior no mercado de ações. Produz estudos sobre basis risk no mercado de derivativos.
Já é registrado?
Esqueceu a senha?
Perdeu sua senha? Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Iremos enviar um link de recuperação para o seu e-mail.
We do not share your personal details with anyone.
Pressione F11 para tela cheia
Insira no mínimo 3 caracteres.
Nenhum resultado.
Suporte? Clique aqui.